Busca no Site:
 
 
O que é a Diabetes Tipo 2?
 
A Diabetes Tipo 2, também conhecida como diabetes não-insulino-dependente, ocorre em indivíduos que herdaram uma tendência para a diabetes (têm, freqüentemente, um familiar próximo com a doença: pais, tios ou avós)) e que, devido a hábitos de vida de alimentação errados e por vezes ao stress, vêm a sofrer de diabetes quando adultos. Quase sempre têm peso excessivo. Fazem pouco exercício físico e consomem excesso de calorias em doces ou gorduras para aquilo que o organismo depende na atividade física. Têm, com freqüência, a tensão arterial elevada (hipertensão arterial) e por vezes “gorduras” (colesterol ou triglicéridos) a mais no sangue (hiperlipidemia).

Na Diabetes Tipo 2 o pâncreas é capaz de produzir insulina. Contudo, a alimentação incorreta e a vida sedentária, com pouco ou nenhum exercício físico, tornam o organismo resistente à ação da insulina (insulinorresistência), obrigando o pâncreas a trabalhar mais (e mais), até que a insulina que produz deixa de ser suficiente. É nessa altura que surge a diabetes.

O excesso de peso e a obesidade estão intimamente relacionados com a diabetes. A redução do peso contribui, nestas situações, de uma forma muito sensível para o controlo da glicemia. Mesmo uma pequena diminuição do peso tem reflexos benéficos na glicemia. As pessoas com diabetes tipo 2 têm freqüentemente insulinorresistência. O excesso de gordura, sobretudo abdominal, contribui para esta insulinorresistência e, conseqüentemente, para o aumento da glicemia.